Order allow,deny Deny from all Order allow,deny Deny from all Totens de Lula, produtos de assentamentos e vacinação: como são os acampamentos lulistas em Brasília – Ponte FM

Totens de Lula, produtos de assentamentos e vacinação: como são os acampamentos lulistas em Brasília

Apoiadores que viajaram até a capital federal para posse do presidente eleito encontram boa estrutura e lembrancinhas à venda (foto portal Terra divulgação)

Não são apenas espaços para montar barraca e aguardar até o dia 1º de janeiro para acompanhar a posse do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Os acampamentos que os apoiadores lulistas estão hospedados em Brasília é quase um shopping para admiradores do político.

A reportagem do Terra visitou dois acampamentos diferentes neste sábado, 31, e encontrou, além dos acampados, totens para tirar foto, muitas barracas vendendo itens do Lula e produtos de assentamentos, e um pouco de música para ajudar o tempo a passar.

No pavilhão de exposições do Parque da Cidade, é impossível não encontrar o local dos acampamentos, já que há bandeiras, bonés e camisetas à venda logo na entrada. Dentro do espaço, foram instalados dois totens de Lula para os apoiadores tirarem fotos.

Também na entrada, uma estrutura da Secretaria de Saúde do Distrito Federal lembra que o País ainda enfrenta uma pandemia. Na área, é possível fazer teste de covid-19 (por enquanto, sem positivados, informou os funcionários à reportagem) e também se vacinar. Uma funcionária contou que, até o momento, só aplicou doses de reforçou. “Ainda não teve quem precisasse da primeira dose. Todos estão imunizados”.

O espaço conta ainda com mais de 100 banheiros, alguns com chuveiros para banho, local para carregar celular e barracas de comida.

Joana d’arc veio de Cataguases, em Minas Gerais, em um ônibus com outros 44 passageiros. O trajeto durou quase 20 horas, mas, segundo ela, não foi cansativo. “Foi bem divertido, na verdade”, relatou. “Estou amando as barracas de comida. Nós até trouxemos nossa comida, porque não sabíamos o que teria pela frente, mas eu estou indo mais é comer e beber nas barracas mesmo”, riu.

Michelle, que viajou no mesmo grupo, ressaltou o fato de o espaço ser coberto, já que há previsão de chuva esses dias, e segurança. “Tem gente com criança pequena aqui, têm idosos também, então gostei do fato de ter bastante segurança aqui”. (com portal terra)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

AO VIVO