Juazeiro autoriza taxistas a utilizarem caminhonetes de cabine dupla

A Prefeitura de Juazeiro autorizou nesta terça-feira (27), através do decreto nº 62/2024, a exploração dos serviços de Táxis e Transportes especiais de passageiros em caminhonetes cabine dupla. Esta era uma demanda antiga da classe, pois proporciona uma ampliação na frota dos taxistas e melhorias para os usuários.

”Leia-mais”

“Desde o início da minha gestão, tenho escutado a categoria dos taxistas, pois entendemos quais são prioridades e acertamos muito mais. Uma demanda antiga que conseguimos atender, proporcionando melhores condições de trabalho é a autorização aos taxistas utilizarem caminhonetes de cabine dupla. A nossa gestão tem se emprenhado em atender as categorias trabalhistas e uma delas é a dos taxistas. Vamos manter o diálogo com a classe para suprir as necessidades dos trabalhadores”, destacou a prefeita Suzana Ramos.

Para o presidente da Associação de Taxistas de Juazeiro (Astaxi), Marcelo Varjão, a autorização é um marco para a categoria. “É com muita satisfação que recebemos o decreto que autoriza a utilização de caminhonete de cabine dupla para trabalho no ramo de táxi. Uma vitória pra todos nós, pois é outro meio de ganho e abre outras portas, principalmente nos mercados que nós trabalhamos. Essa notícia veio em uma boa hora. Todos os taxistas estão satisfeitos e alegres com essa conquista, porque vai dar uma melhorada em nossa situação financeira. Agradecemos à prefeita Suzana Ramos, por ter a sensibilidade e atender a nossa categoria, que vinha buscando há muito tempo por essa liberação”, disse Marcelo Varjão, presidente da Astaxi.

O procurador geral do município, Thiago Cordeiro, destacou a importância do diálogo com a classe, gerando bons resultados. “A prefeita Suzana Ramos pediu que atendêssemos a classe dos taxistas, proporcionando melhores condições de trabalho e estabelecendo um marco histórico que demonstra o compromisso da gestão municipal com a valorização dos profissionais e com a busca por soluções que beneficiem toda a população”, disse o procurador, Thiago Cordeiro.

”Leia-menos”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

AO VIVO